Irrelevâncias

Mário Sérgio Conti, em texto publicado no No Mínimo, descreveu bem a relativa insignificância da política partidária nos dias de hoje, referindo-se à vitória da esquerda na França:

O agito foi relativo porque só ocorreu na imprensa. O dono do bar onde tomo o santo café de cada dia explicou que “os franceses são assim: numa eleição voltam na direita; na outra, na esquerda”. O que é uma maneira de dizer que a política é irrelevante.

O melhor comentário sobre o assunto é a anedota contada pelo Doutor Plausível:

Num vagão de trem, uma senhora diz a um senhor, “Cavalheiro, poderia abrir a janela? Se ficar fechada, vou morrer sufocada”. O cavalheiro abre a janela. Logo em seguida, outra senhora diz ao mesmo senhor, “Cavalheiro, poderia fechar a janela? Se ficar aberta, vou morrer de frio”. O cavalheiro fecha a janela.

Após alguns minutos, a primeira senhora volta a pedir ao senhor que abra a janela, e ele abre; a segunda pede que feche, e ele fecha. A situação vai ficando enfadonha, até que uma criança que está ali tentando ler sua revista se levanta e sugere, ‘Faz assim: fecha a janela até esta dama morrer sufocada, depois abre até esta outra morrer de frio, e aí a gente pode viajar em paz’.

Política é assim. A cada dois anos é aquela encheção de saco, nhénhénhé pra cá, nhénhénhé pra lá, e o resto do país, q só quer fazer uma viagem tranqüila, tem q ficar aturando. Melhor dar uma chance pra todo partido. Os outros partidos já morreram no frio da incompetência, e agora é a vez do PT morrer sufocado.

Anúncios

Sobre Marcus Pessoa

Alguém em busca de mais vida offline.
Esse post foi publicado em Política. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s