Os crimes da hora

Ninguém mais está levando a sério essa “elucidação” do caso Staheli. Já apareceram furos enormes na farsa montada pela polícia carioca. Mentirosos incompetentes! Não conseguem que sua mentira dure uma semana que seja. Será que foi por isso que a dona Garotinha passou mal?

O que me espanta é que a imprensa não tenha levantado dúvidas desde o primeiro momento, afinal a história já estava muito mal contada.

Já o outro “crime do momento”, o caso Rugai, está bem próximo de ser resolvido. O filho/enteado das vítimas, Gil Grecco Rugai, é o principal suspeito, afinal uma testemunha o viu saindo da casa na hora do crime, e foi encontrado em seu quarto um cartucho de bala do mesmo calibre da arma que matou Luiz Carlos Rugai e esposa.

A gente sabe o motivo por que tais crimes têm mais destaque que outros. A revista Radar Interativo publicou um artigo de um jornalista policial, onde detalha os critérios para a escolha das pautas de polícia na imprensa diária. Há aquele mais óbvio: quando mais dinheiro tem a vítima e/ou o acusado, mais destaque no noticiário. Outro motivo de destaque é a participação de membros da família no crime.

Por isso o caso Richthofen foi um prato cheio para toda a imprensa, exceto a revista Veja, que meio que escondeu o assunto em suas páginas, talvez por não ter uma explicação reacionário-sociológica-de-almanaque para aplicar a este crime, cometido dentro da classe média alta, que é seu principal público leitor.

Anúncios

Sobre Marcus Pessoa

Alguém em busca de mais vida offline.
Esse post foi publicado em Crime. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s