Feeds

A Andrea perguntou sobre o assunto numa caixa de comentários e eu mandei-lhe um e-mail explicando a questão, mas como interessa a todos (e não apenas aos nerds de carteirinha) vou falar sobre isso aqui. É o tal negócio: para alguns isso é carne-de-vaca, pra outros é novidade total.

Feed é um arquivo que funciona como índice do conteúdo de um site. É um formato padronizado, e você pode “assinar” o feed com um programa ou site específico, sendo avisado quando o conteúdo for atualizado.

Algumas pessoas chamam de RSS, mas o RSS é apenas um dos formatos de feeds — existem outros, como o Atom, usado aqui no Blogspot. Mas isso são detalhes. O importante é que os feeds são a melhor forma de organizar o conteúdo que você lê na web.

O feed do Velho do Farol é esse aqui (está linkado na barra lateral, através do ícone laranjado). Abri-lo no navegador não vai mostrar muita coisa; bom mesmo é aprender como usá-lo.

Para assinar e gerenciar feeds, usamos os agregadores de conteúdo. Existem vários disponíveis, mas, para facilitar a vida do neófito, vou apresentar o mais popular e amigável deles, o Bloglines.

Ele tem uma interface bem simples e prática. Você abre uma conta (gratuita), clica em My Feeds e já pode ir adicionando seus favoritos. No painel esquerdo aparecem os feeds, e em negrito aqueles que foram atualizados. No painel direito, o conteúdo ou resumo dos posts ou notícias. Para vê-lo em ação, clique aqui e dê uma olhada nos feeds que eu estou assinando no momento.

Simples, né? Isso não é restrito a blogs, vários sites noticiosos (Folha, Estadão, BBC Brasil) usam feeds. Os usos são os mais diversos possíveis. Eu acompanho pelo Bloglines, por exemplo, os filmes que vazam na net, as novas extensões para o Firefox e até mesmo os blogs que linkam para o Velho do Farol.

Para achar o feed do seu blog favorito você tem duas opções. Uma delas é procurar na barra lateral deste por “RSS”, “Atom”, “XML”, “Syndicate this file” ou coisa que o valha; esse é o link para o feed. A outra é usar o Firefox ou o Opera, que avisam automaticamente quando existe um feed no site visitado.

O Internet Explorer 7 vai ter detecção automática de feeds, e vai usar o mesmo ícone que o Firefox já usa. Portanto, se você vir em algum lugar o simpático ícone que ilustra esse post, já sabe de que se trata.

Eu particularmente recomendo o uso do Firefox em conjunto com a extensão LiveLines, que com apenas um clique permite assinar o feed no Bloglines a partir da própria página que eu quer incluir. Mão na roda para quem é adicto por blogs novos…

Um último recado: o Blogger tem o recurso de feeds há um tempão, então não dá pros coleguinhas que têm seus blogs hospedados aqui deixarem de usá-lo. É muito simples de habilitar, basta ir no Painel, em Definições, Site Feed, e responder “sim” à primeira opção. A Daniela, por exemplo, tem um ótimo blog, que eu não acompanho com a devida atenção, pela falta desse recurso básico.

Anúncios

Sobre Marcus Pessoa

Alguém em busca de mais vida offline.
Esse post foi publicado em Blog, Internet. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Feeds

  1. Pingback: Google Reader em português | Velho do Farol

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s