Mãos para o céu

Não pretendo fazer desse blog um museu dos anos 80, mas não podia deixar de falar do Heaven 17, clássico trio de synthpop, contemporâneo de Depeche Mode, Eurythmics e Soft Cell, e que lançou um discão no final do ano passado, Before After.

Só fui escutar agora, até pelo fato de ele ter sido amplamente ignorado, a não ser pela imprensa especializada em dance music.

O Heaven 17 formou-se a partir de uma dissidência do Human League e fez sucesso durante um curto período dos 80. Dissolveu-se, voltou várias vezes, e agora lançou o primeiro disco de inéditas em quase dez anos. Não há sombra de saudosismo, e o trio atualiza de forma brilhante sua mistura de sintetizadores com soul e discoteca.

Sim, é pop dançante para as pistas, feito com paixão e canções de verdade. Que artistas que fazem mistura análoga (Fatboy Slim, LCD Soundsystem, Daft Punk) dominem as paradas, e os pioneiros sejam desprezados quando lançam um de seus melhores discos, é pra mim um mistério.

Don’t Fear the Reaper
(Heaven 17)

Anúncios

Sobre Marcus Pessoa

Alguém em busca de mais vida offline.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s