Kraftwerk abrirá shows do Radiohead no Brasil

Kraftwerk

O Radiohead anunciou em sua página oficial que contará em sua turnê latino-americana com o “apoio de convidados muito especiais”: a banda eletrônica alemã Kraftwerk.

Pra mim, já com ingresso comprado para os dois shows no Brasil (dia 20 de março, no Rio, e 22, em São Paulo), foi uma valorização inesperada da quantia (bem alta) que paguei pelos tickets. O Kraftwerk não é apenas uma das minhas bandas preferidas: é um dos artistas que abriu a minha mente para sons diferentes, ainda nos longínquos anos 80.

Lembro-me como se fosse hoje da primeira vez em que coloquei o vinil de Radioactiviy pra tocar. Foi uma experiência indescritível; um mergulho num outro universo que eu nem sabia que existia; uma viagem semelhante à de uma droga. Fiquei estupefato com a utilização de sons de aparelhos de rádio, contadores geigers, interferências de ondas curtas, etc, a serviço de melodias perfeitas, econômicas, que têm uma aparência fria, mas emocionam.

Hoje o som do Kraftwerk pode parecer até manjado, de tanto que se incorporou ao synthpop e a vários estilos de música eletrônica. A própria fase atual do Radiohead seria impossível sem os alemães.

A vinda deles (terceira ao Brasil) pode reforçar a venda de ingressos para os shows, que anda bem fraca, apesar das sucessivas notícias falsas divulgadas na imprensa sobre uma suposta corrida aos tickets. Fãs do Radiohead chegaram a temer ficar sem ingresso, mas os preços estão muito altos, e os locais escolhidos são grandes demais para uma banda que é famosa na Europa e nos EUA, mas aqui só tocou no rádio com “Creep”, há quinze anos atrás. Aliás, “Creep” não foi tocada uma vez sequer na turnê In Rainbows, mas eu não duvido que eles façam uma supresa ao público brasileiro e a toquem aqui.

Em 1998 eu paguei apenas 25 reais para ver Cure, Smashing Pumpkins, Supergrass e White Zombie na mesmíssima Praça da Apoteose que vai receber o Radiohead. Agora tive que pagar 200. Resultado óbvio: fracasso nas vendas. Existe até um rumor de que a organização do show estaria negociando a volta dos Los Hermanos para tocar também. Parece ser a única banda nacional capaz de causar uma comoção que justificasse uma corrida às bilheterias, sem contar que têm grande simpatia entre os fãs do Radiohead.

Enquanto a organização não define as outras duas atrações dos shows, escutemos a faixa “dance” do Radioactivy, Airwaves. Amo essa música, cuja sonoridade já foi copiada ad infinitum por bandas de todos os quadrantes. Clique para ouvir.

[xspf]_start(FALSE, ‘order=21’)[/xspf]

Anúncios

Sobre Marcus Pessoa

Alguém em busca de mais vida offline.
Esse post foi publicado em Música. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Kraftwerk abrirá shows do Radiohead no Brasil

  1. Marcinha disse:

    Sabes que quando li essa notícia pensei imediatamente em ti? Também fiquei super feliz e só aumentou a minha vontade de ver esse show, embora eu ainda esteja enrolada, pagando meu “Carnê REM” (rs). Quem sabe a gente não viaja junto? Um beijo, querido.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s